segunda-feira, 1 de setembro de 2014

Faculdade de Medicina da UERN está entre as melhores do país

A classificação divulgada pelo site educacional Mundo Vestibular considera o Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade) que o Ministério da Educação aplica anualmente.

A Faculdade de Ciências da Saúde (FACS), da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN), foi incluída entre as 23 melhores faculdades de Medicina do país. A classificação divulgada pelo site educacional Mundo Vestibular – www.mundovestibular.com.br – considera o Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade), que o Ministério da Educação aplica anualmente.

O Curso de Medicina da UERN, que está completando 10 anos, voltou a tirar nota 5, conceito máximo. “O Enade não é obrigatório para todas as instituições públicas. A prova é exigida apenas para as federais e para as particulares, mas a UERN faz questão de passar por essa avaliação que comprova o nosso ensino de excelência”, destaca o reitor Pedro Fernandes, lembrando que a UERN é a única instituição pública do Rio Grande do Norte a formar médicos no interior do Estado.

Este ano, a UERN ampliou o número de vagas de 26 para 60 e mesmo assim, a concorrência no Processo Seletivo Vocacionado (PSV) foi considerada expressiva: 144 candidatos por vaga. Foram asseguradas 30 vagas para alunos da escola pública e 4 para pessoas com necessidades especiais.

Segundo o reitor, no momento em que o país clama por mais médicos para melhorar a saúde pública, a UERN se insere nesse contexto, Além da formação, a Universidade atende a população e agora com oferta maior através do credenciamento dos ambulatórios da instituição pelo SUS, com parceria do Ministério da Saúde e também do governo do Estado e Prefeitura de Mossoró.

“A Faculdade de Ciências da Saúde (FACS) completando apenas 10 anos já demonstra maturidade na formação”, pontua Pedro Fernandes, adiantando que a Faculdade de Medicina avançou também na formação de pós-graduação com residências médicas. “Iniciaremos três em 2015, mestrado e doutorado. Aqui um marco para nossa instituição, pois nunca tínhamos oferecido vagas para doutorandos, e em 2014 abrimos as primeiras no programa SBBQ”. Esses dados comprovam a formação de qualidade na nossa UERN”, completa o reitor.

Fonte: Agecom/UERNgazetadooeste via blog Messias Online

Gostou da Postagem?

0 comentários:

Postar um comentário