sexta-feira, 23 de março de 2012

Shirley Targino: "Este projeto é importante para nossa gestão"

Em entrevista  ao site Potiguar Notícias.


Prefeita, no ano passado, a senhora foi destaque no prêmio prefeito empreendedor e, este ano, foi realizado mais um evento para premiar os prefeitos que se preocupam com o empreendedorismo. Qual o olhar da senhora sob este evento?


É um projeto excelente em que o SEBRAE dá oportunidade aos municípios de mostrarem um pouco do seu trabalho, e isso tem feito um diferencial. Eu fui prefeita empreendedora a nível estadual e também nacional e foi muito importante para nossa administração. Eu gostaria de parabenizar os prefeitos ganhadores do prêmio ess ano, principalmentee Ivan Junior como destaque que ganhou o prefeito empreendedor do ano aqui no estado e agora vai concorrer ao nacional.

A senhora pode explicar um pouco como funciona o prêmio?

No ano passado, nós concorremos com 98 prefeitos, e apenas nove ganharam o prêmio a nível nacional e Messias Targino foi um dos vencedores. Então, todos os estados mandam seus destaques e, desta vez, é Ivan Júnior quem vai nos representar. Caso ganhe, vai visitar, acompanhado pelo SEBRAE nacional, projetos na Europa e conhecer missões internacionais que trabalham com projetos empreendedores, são projetos maravilhosos que nos ensinam muito e também levamos nossos projetos para trocamos experiência.

Dessa interação, surgiu alguma ideia para ser implantada no seu município?

Com certeza, nós tivemos a oportunidade de trocar muitas ideias, inclusive, entre os nove vencedores e ainda fazemos os encontros da rede dos prefeitos empreendedores e trazemos ideias inovadoras para nossos municípios como, por exemplo, ideia inovadora que conhecemos em Barcelona, onde vimos um local onde todas as pessoas da localidade que estão desempregadas fazem um cadastro e a prefeitura capacita essas pessoas e se associam com empresas para empregá-las, eles chamam de “incubadora”. Isso é interessante, pois como o município não tem capacidade de empregar todo mundo, passa a ter parcerias e encaminha os munícipes para empresas que estejam empregando e ainda fazendo outra parte que é a capacitação. E nós já estamos nos planejando para implantar isso na nossa cidade.

Quais são as modalidades do prêmio?

São 39 finalistas concorrendo aos prêmios de “empreendedor do ano”, dessa vez, o título ficou com Ivan Júnior. O prefeito de Janduís, Salomão Gurgel, ganhou com “compras governamentais”, e o prefeito Leonardo Rego ganhou com “formalização de empreendimentos”, o mesmo que eu ganhei a nível nacional.

Agora vamos mudar um pouquinho o rumo da nossa conversa, a senhora é presidente do PR mulheres aqui no estado. Conte-nos um pouco dos seus projetos nessa área.

Nós teremos, em breve, um encontro que contará com a presença da presidente nacional do PR mulher, a deputada Nilmar Ruiz, e estamos formando, nos municípios, o diretório do PR mulher com líderes comunitárias, vereadoras, prefeitas e pretendemos reunir essas mulheres no hotel Rifoles onde teremos algumas palestrantes falando sobre diversos assuntos de interesse da mulher.

Ainda sobre esse tema, a senhora acha que as mulheres decidiram mesmo participar da política para valer?

Estão sim, para valer, as mulheres, quando se envolvem, vão até o fim e estão ocupando espaço muito bom na política e eu acho que você está vendo quanto a mulher
tem crescido nesse campo. Hoje, somos 27 prefeitas no estado.

A senhora acha que pode aumentar na próxima gestão?

Com toda certeza, esse número deve crescer, até porque já estamos vendo várias mulheres pré-candidatas nos municípios. Nós temos nossas responsabilidades como mãe, dona de casa, esposa e de mulher, que também não é fácil ser mulher e manter- se bonita, mas nós conseguimos conciliar tudo isso.

A senhora pode nos atualizar um pouco acerca dos índices de violência contra a mulher aqui no estado do RN?

Tem sido um fato que chama atenção esse fato da violência contra a mulher e está sendo formado um comitê estadual, e eu fui convidada para ser presidente e vamos nos reunir com a SEJUC (secretaria de Estado da Justiça e da Cidadania) na Semurb, para discutirmos o início do nosso trabalho e também o aumento da segurança dessas mulheres agredidas, com um maior número de delegacias da mulher, casas de apoio, pois, normalmente, quando uma mulher é agredida, não tem para onde ir, e as casas de apoio fazem esse trabalho.

Gostou da Postagem?

0 comentários:

Postar um comentário