sábado, 15 de dezembro de 2012

Vanzinho Carneiro conta tudo sobre o segundo maior assalto do Brasil


Durante Cafezinho com o Jornalista César Santos, o cantor evangélico Vanzinho Carneiro conta detalhes de como realizou, junto com dois irmãos e um amigo, o segundo maior assalto da história do Brasil em 1982, perdendo apenas para o Banco Central em 2005, e o que fez com tanto dinheiro.

Conta detalhes sobre a rixa entre a família do então prefeito de Caraúbas Zimar Fernandes com a família Carneiro, que resultou em várias mortes de todos os lados, assim como com a família Simião, também resultados em mortes dos dois anos. “Erramos todos os amigos, mas depois veio às traições e as desavenças”.

Condenado a 142 anos e 6 meses de prisão, tendo passado 12 anos em regime fechado, Vanzinho conta como entrou no mundo do crime, quem realmente participou do assalto dos 94 milhões da emergência e como saiu vivo do mundo do crime e que agora a família Carneiro saiu do mundo do crime. "O crime não compensa de jeito nenhum", diz. Este é um cenário muito diferente do início dos anos oitenta.

Segundo Vanzinho, naquela época Carneiro ou matava ou morria. “Carneiro se envolver em coisa errada é pena máxima. A ordem na polícia é matar carneiro. E papai disse: ‘vocês ou matam ou morrem. Se é de vocês morrerem eu prefiro matando’. Aí escolhi: vou morrer com meus irmãos. Aí entremos na vida do crime”.

Estes e outros detalhes ainda mais reveladores domingo (16), no Cafezinho com César Santos, do Defato.com.

Gostou da Postagem?

0 comentários:

Postar um comentário