sábado, 26 de novembro de 2011

ABC vence Americana e se garante na série B

O ABC nem precisou da combinação de resultados para se garantir na série B do próximo ano. A garantia tardia ocorreu dentro da própria partida contra o Americana, que chegou ao Recife com remotas chances de conquistar a promoção para divisão de elite, mas não se portou com a gana necessária para isso. Atuando com inteligência e explorando principalmente os erros do adversário, os potiguares chegaram com certa tranquilidade aos 3 a 1, com dois gols de Leandrão e um de Jérson, para fechar o calendário futebolístico garantindo mais uma alegria para os seus torcedores. Fran fez o tento de honra para os visitantes.



Sem a pressão da torcida e acomodado com o resultado que era suficiente para manter a equipe na série B do próximo ano, independente de qualquer outra situação, o ABC optou por praticar um futebol burocrático, com muitos cuidados na defesa e pouca ousadia. O atacante Lins que passou no teste realizado minutos antes da equipe entrar em campo foi uma peça meramente figurativa na etapa inicial, uma vez que não conseguia armar contra-ataques nem encostar em Leandrão, que isolado entre os zagueiros adversários se tornou uma presa fácil para os seus marcadores.

Prova de que o time natalense queria ver apenas o tempo passar, é que até os 35 minutos os jogadores alvinegros só conseguiram dar dois chutes na direção do gol, ambos descalibrados e que passaram longe do travessão do goleiro Saulo: um com Cascata e outro com Jérson.

Com remotas chances de chegar ao G-4, a Americana também fazia um jogo preguiçoso, mas ainda assim buscava atacar com mais frequência, por isso quase foi premiada aos 14 minutos, quando Válber foi lançado pela esquerda, ganhou de Ricardo Oliveira na velocidade e acertou um tirambaço no travessão abecedista.

A partida continua se desenrolando com um ligeiro predomínio do time paulista, que, no entanto apresentava dificuldade em armar as jogadas de ataque. Foi num lance de pura individualidade de Cascata, aos 38 minutos, que o alvinegro abriu vantagem. O camisa dez fez fila driblando os seus marcadores, chegou à linha de fundo e cruzou para Leandrão, livre, tocar e marcar o primeiro gol da partida. Em seguida o Americana respondeu com André Luís, mas para sorte dos potiguares, o árbitro gaúcho anulou o lance marcando impedimento de forma equivocada e o ABC foi para o intervalo em vantagem.

Vencendo e com Makelelê no lugar de Lins, o ABC iniciou o segundo tempo com a tática bem definida: atrair o adversário e encaixar um contragolpe. A tática se mostrou perfeita, logo na primeira tentativa, a equipe ampliou o marcador com Jérson, aos 4 minutos, que após receber um belo lançamento de Cascata, se livrou com facilidade do zagueiro e ficou frente a frente com o goleiro Saulo, que não teve a menor chance de evitar o gol.

O time paulista sentiu o golpe e continuou pecando na armação das jogadas ofensivas, com isso o ABC continua buscando tirar proveito dos erros adversários e passou a levar mais perigo. Leandrão que já havia desperdiçado um boa chance de ampliar aos 15, recebeu um passe açucarado de Jérson aos 27 e não perdoou, batendo firme para espantar qualquer tipo de temor dos alvinegros e embalar a festa da torcida que marcou presença nas arquibancadas do Arruda, que dai por diante ficou esperando apenas o apito final do árbitro para dar sequencia aos embalos de sábado.

Relaxado frente à boa vantagem, o ABC aos poucos foi afrouxando a marcação o que permitiu ao Americana passar a criar situações de perigo, Welligton além de realizar três grandes defesas sofreu um gol aos 39, quando Zaboto levantou a bola na área, a zaga alvinegra cochilou e Fran desviou de cabeça mandando a bola para o fundo da rede. Depois disso, o ABC passou a administrar melhor a posse de bola esperando o apito final do gaúcho Fabrício Neves Corrêa.


FICHA TÉCNICA: ABC 3 x 1 AMERICANA
  • ABC: Wellington; Pio, Leonardo, Alessandro Lopes e Renatinho Potiguar; Bileu, Ricardo Oliveira, Jérson (Rômulo) e Cascata; Leandrão e Lins (Makelelê). Técnico: Leandro Campos
  • AMERICANA: Saulo; Luiz Felipe, Airton, Hélton e Anderson Luís; Gercimar (Zaboto), César Santiago, Paulinho Dias e Válber (Fran); Charles e André Luiz (Júlio César). Técnico: Roberto Fernandes
  • Árbitro: Fabrício Neves Corrêa (RS)
  • Gols: Leandrão/ABC (38'/1ºT e 27'/2ºT), Jérson (4'/2ºT) e Fran/AME (39'/2ºT)
  • Renda: não divulgada
  • Público:    não divulgado
    Local: Estádio Arruda, no Recife (PE)

Vídeo: Youtube

Gostou da Postagem?

0 comentários:

Postar um comentário