terça-feira, 10 de abril de 2012

Caos no Esporte Messiense

Por Renato Estevam da Silva

Hoje o esporte messiense está, literalmente, abandonado, o incentivo ao esporte que teoricamente deveria existir por parte da Secretaria do Esporte, Educação e Lazer, infelizmente não acontece. Essa prerrogativa, que ao poder Público se incube primeiramente, está sendo atribuída, unicamente, nas mãos da empresa privada. A responsabilidade de representação do futebol messiense na atualidade, caros leitores, se encontra na boa vontade de alguns poucos empresários, que há muito tempo vem assumindo a representação do papel principal dessa “novela” degradante a qual se tornou o futebol messiense, outrora iluminado.

Sabemos da real importância que o esporte tem para nossa cidade. Pesando nisso, venho publicar as minhas insatisfações, bem como a de todos os que se preocupam com o futuro do nosso mais querido esporte.

Como de costume, todo início de ano, especialmente nas datas comemorativas existentes na cidade, os desportistas se preparavam para os tradicionais campeonatos que antes existiam como por o exemplo o de Rua e outros. Porém, o inesperado: sequer o tradicional campeonato de rua existe mais, como os outros campeonatos que um dia foram tradicionais; o campeonato de rua está deixando de ser. A Secretaria de Esporte está lançando-o ao esquecimento. A tradicional novela “VALE A PENA VER DE NOVO” que tanto fazia alegrar os olhos atentos dos telespectadores, nos campos e quadras dessa cidade, já não se repete mais. Deste modo, já não vemos mais o deslocamento em massa dos pais em mãos dadas com seus filhos para os palcos onde existia o espetáculo do nosso brilhante futebol. Todavia, tentativas isoladas de se fazerem outros campeonatos, até que se iniciavam, mas os mesmos, por falta de organização não chegam ao término, são apenas mais alguns capítulos vagos e intermináveis, devido, segundo os dirigentes, a falta de subsídios financeiros para bancar os finalistas é a principal responsável, acreditem, mesmo se não quiserem, caros leitores. O ano de 2011 foi vergonhoso, nossos artistas, os atletas, foram apenas maquiados com falsas esperanças de que iria acontecer algum evento futebolístico, porém, tal evento não aconteceu, verdadeira maquiagem. O ano de 2012 já se iniciou e a monotonia continua, os desportistas Messienses sofrem, mesmo diante duma estrutura invejável que o “palco” poliesportivo nos oferece, bem ali aos nossos olhos, me refiro ao nosso maravilhoso Ginásio de Esportes, pois em que adianta ter uma quadra e não poderem apresentar sua arte? Para isso o mínimo bastaria, porém, em virtude de não ter uma bola à disposição, tampouco a administração faz campeonatos que mobilizem todos os desportistas. Lamentável, mas não menos vergonhoso.

Desta forma, caros leitores, os atores estão pendurando suas chuteiras antecipadamente, nossa “novela” futebolística está em seu último capítulo, um final degradante, mas, que, infelizmente, não é ficção, é pura realidade.

Desejamos mais seriedade e compromisso daqueles que podem resgatar nosso futebol, que os verdadeiros produtores desse processo de mudança se comovam com nosso drama real e promovam ações que valorizem todos os desportistas sem distinção de idade, em fim, assumam as responsabilidades que lhes foram atribuídas, pois grandes postos acarretam grandes responsabilidades, lembrem-se que ai estão para nos representarem, e essa representação terá que ser digna, portanto, honrem esse compromisso, “saiam dos bastidores”.

Gostou da Postagem?

0 comentários:

Postar um comentário