quarta-feira, 23 de novembro de 2011

Professor da Uern foi morto com tiro na cabeça antes de ser carbonizado

O Instituto Técnico e Científico de Polícia (ITEP) confirmou que o corpo encontrado carbonizado na manhã de segunda-feira(21), na zona rural do município de Doutor Severiano, é mesmo do professor da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN), Carlos Magno Viana Fonseca. Através do exame de arcada dentária, foi constatado que um tiro no crânio foi a causa da morte da vítima.

O seu corpo foi encontrado dentro do porta-malas do carro de seu veículo, um Ecosport preto, de placas MYX 5911 que também foi incendiado. Carlos Magno Viana Fonseca teria saído de sua residência na noite de domingo(20) com destino ao município de Doutor Severiano com objetivo de encontrar com uma namorada.

A suspeita é que após o assassinato, a vítima tenha sido levada pelos bandidos até o local onde eles atearam fogo no veículo. O corpo de Carlos Magno foi liberado ontem, no fim da tarde, pelo Itep, em Natal, e estava previsto para chegar à Portalegre, sua terra natal, na noite de ontem.

O sepultamento do professor está marcado ser iniciado a partir das 10h desta quarta-feira, no cemitério municipal. Carlos Magno era professor do curso de Letras do campus de Pau dos Ferros da Uern e estava concluindo doutorado em linguística na Universidade Federal do Ceará (UFC).

As investigações do homicídio serão investigados pelo delegado Inácio Rodrigues, titular da 4ª Delegacia Regional de Polícia Civil da cidade de Pau dos Ferros, que começou a ouvir as primeiras pessoas na investigação, mas detalhes dos depoimentos foram mantidos em sigilo visando um avanço sobre a autoria do crime.

Fonte: DN Oline

Gostou da Postagem?

0 comentários:

Postar um comentário