quarta-feira, 13 de julho de 2011

Veja a lista de vítimas da queda de avião em Recife

A Noar Linhas Aéreas divulgou a lista das vítimas do acidente com o voo 4898, ocorrido em Recife nesta quarta-feira, que matou 16 pessoas. O avião prefixo PR-NOB decolou do aeroporto de Recife e faria a rota Recife-Mossoró (RN), com escala em Natal (RN) e caiu três minutos e 18 segundos após a decolagem. Entre as vítimas do acidente do bimotor da Noar Linhas Aéreas, encontram-se engenheiros, economistas, delegados, professores, servidores públicos. O piloto Roberto Gonçalves, que tinha voo marcado só para o próximo sábado e que de acordo com os parentes, viajou ontem para substituir um colega que tivera problemas pessoais.A lista das vítimas só foi divulgada pela Noar no início da tarde.

  1. Rivaldo Paurílio Cardoso - Piloto
  2. Roberto Gonçalves - Copiloto
  3. Natan Braga
  4. Marcos Ely Soares de Araújo - Diretor de Engenharia da Moura Dubex
  5. Carla Sueli Barbosa Moreira - Delegada da Receita Federal em Mossoró, Rio Grande do Norte
  6. Bruno Albuquerque
  7. André Luis Pimenta Freitas - Empresário
  8. Camila Suficiel Marino
  9. Ivanildo Martins dos Santos Filho - Gerente de grupo educacional
  10. Antônia Fernanda Jales
  11. Débora Santos
  12. Marcelo Campelo
  13. Maria da Conceição de Oliveira
  14. Johnson do Nascimento Pontes
  15. Breno Faria
  16. Raul Farias

O Comando da Aeronáutica informou que o avião decolou às 6h51m e, 55 segundos depois, o piloto informou à Torre de Controle estar em situação de emergência e tentaria pousar na cabeceira 36, no sentido contrário ao da decolagem.

Dois minutos depois, às 6h53min57s, ele informou que não chegaria à pista e que tentaria pousar na praia de Boa Viagem. Às 6h54min18s o sinal da aeronave desapareceu da tela do radar. A queda ocorreu num terreno baldio entre Recife e Jaboatão dos Guararapes. Logo depois de tocar o solo, o avião explodiu. Todos os ocupantes morreram carbonizados.

O resgate dos corpos das 16 vítimas terminou por volta de 13 horas e os peritos da Aeronáutica e da Polícia Civil começaram as buscas pela caixa preta da aeronave. Técnicos tiraram fotos que vão ajudar nas investigações sobre a causa do acidente. A Polícia Civil fará investigação paralela para verificar a responsabilidade do caso.

O piloto Roberto Gonçalves, que era copiloto do voo 4898, havia dito ao irmão dele, o também piloto Jairo Gonçalves, que a aeronave apresentava perda de força na decolagem e havia atribuído o problema a um defeito do modelo LET-410. Ele havia dito ainda que um grupo de técnicos já havia vindo do exterior para verificar o problema. A aeronave é fabricada pela Let Aircraft, da República Tcheca, e a Noar opera com apenas dois aviões deste modelo.

Fonte: O Globo

Gostou da Postagem?

0 comentários:

Postar um comentário