quarta-feira, 13 de julho de 2011

Professores manterão a greve indiferente da decisão do TJ

Mesmo que a greve seja considerada ilegal pelos desembargadores, nós iremos continuar a paralisação”. A declaração foi dita pela presidenta do Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do RN (Sinte/RN), Fátima Cardoso no começo desta manhã.

A representante do Sinte/RN informou que hoje será enviada uma representação da categoria para acompanhar a votação da sessão do Pleno de desembargadores, que já esta acontecendo no Tribunal de Justiça do Estado (TJ/RN).

Fátima Cardoso também informou que o Governo do Estado está criando dois pesos e duas medidas, pois já foi negociado o fim da greve com os servidores da Fundação José Augusto (FJA) e do Instituto de Assistência Técnica e Extensão Rural do RN (Emater), porém não vem dando a devida consideração aos educadores do Rio Grande do Norte.

Se o governo não der a devida atenção à nossa categoria, a greve irá continuar. Hoje nossa tabela salarial é muito inferior a de alguns servidores do Estado. Está na hora de se melhorar as condições salariais e profissionais do professor”, diz a presidenta.

Greve pode ser a mais longa dos últimos 12 anos


A greve dos professores já contabiliza 73 dia, e poderá ultrapassar a marca recorde de 79 dias, alcançados no ano de 1999 durante o governo do então governador Garibaldi Alves.

Fonte: Nominuto

Gostou da Postagem?

0 comentários:

Postar um comentário