domingo, 29 de março de 2015

Fim das coligações proporcionais: vantagens e desvantagens

A Proposta de Emenda Constitucional que acaba com as coligações proporcionais entra em uma fase decisiva. Após ser aprovada pelo Senado, a votação na Câmara dos Deputados, que deverá ocorrer após a Semana Santa, é determinante para mudar as regras para escolha de deputados federais, estaduais e vereadores. 

Vantagem 

Acaba com a distorção de se votar em um partido e eleger candidatos de outra legenda. Pode reduzir o número de “legendas de aluguel”, forçando a fusão ou a extinção de partidos pouco representativos no país. Acaba com coligações de ocasião, montadas com fins exclusivamente de estratégia eleitoral. Exige que partidos busquem candidatos viáveis, forçando um maior diálogo com as bases. 

Desvantagem 

Pode prejudicar partidos pequenos e candidatos que estão fora dos grandes partidos, mas tem respaldo eleitoral. Proposta pode ter pouca viabilidade política, já que encontra resistências nos partidos pequenos.

Fonte: Marcos Dantas via  Blog Serrinha de Fato

Gostou da Postagem?

0 comentários:

Postar um comentário