sábado, 27 de setembro de 2014

Inglesa perde mais de 80 kg para ter filhos: “Era a única chance que eu tinha de me tornar mãe”

Joanne Cooper chegou a pesar quase 150 kg e foi diagnosticada com a Síndrome do Ovário Policístico. Médicos disseram que era quase impossível ela ter filhos. "É difícil de acreditar, quando vejo as fotos lado a lado, que as antigas são mesmo minhas", diz


Uma inglesa de 31 anos mudou radicalmente de visual e de vida após se submeter a uma cirurgia de redução de estômago e perder 62,5 quilos por ser a única maneira possível de se tornar mãe. A manicure Joanne Cooper perdeu no total 82,5 quilos desde que foi operada por recomendação médica.

“Eu tinha muito medo de fazer a cirurgia bariátrica, mas sabia que era a única chance que eu tinha de ter filhos”, diz Joanne ao “Daily Mail”. A inglesa de Rotherham é hoje mãe de Noah, de 3 anos, e de Alfie, 2.

Ela descobriu que seria quase impossível ter filhos devido à combinação de seu sobrepreso com a Síndrome do Ovário Policístico, diagnosticada quando tinha apenas 16 anos. “Eu só menstruei uma vez entre os 12 e os 17 anos”, lembra. Na época, Joanne trabalhava em um pub e diz que era comum tomar driques com amigos e jantar depois das 2h da manhã.

“Eu desenvolvi hábitos alimentares muitos ruins. Comia muitas batatas, pizza, massas e comidas de delivery”, conta. Ao completar 23 anos, a manicure pesava quase 150 quilos e vestia o equivalente ao tamanho 56. 

“Estava muito mal. Sofria com dores nas costas e ficava ofegante só de caminhar. Tinha muitos problemas de saúde. Fui ao médico para perguntar sobre minhas chances de ter filho porque estava casada e esse era um dos planos”, disse.



Joanne se submeteu à cirurgia em 2007 e perdeu os primeiros 63,5 quilos em 18 meses. Em 2010, ela engravidou do primeiro filho, hoje com 3 anos, e oito meses depois, soube que  teria um segundo filho. No ano passado, ela também se submeteu a uma cirurgia para remover o excesso de pele.

Hoje com 67 quilos e vestindo 38, a inglesa continua frequentando a academia cinco vezes por semana e mudou totalmente os hábitos alimentares. No lugar dos sanduíches carregados com bacon, batatas fritas e barras de chocolate de antes, o novo cardápio das refeições inclui shakes de proteína, frutas e filé de salmão.

“Estou muito feliz com a minha imagem. É difícil de acreditar, quando vejo as fotos lado a lado, que as antigas são mesmo minhas. Minha vida se transformou completamente. Eu nunca teria tido meus filhos se tivesse aquele tamanho”, comemora.

Gostou da Postagem?

0 comentários:

Postar um comentário