quarta-feira, 27 de março de 2013

Apoio de âncora a Feliciano constrange jornalistas do SBT


O apoio velado que a âncora Rachel Sheherazade (foto) manifestou ao pastor-deputado Marco Feliciano (PSC-SP)  deixou jornalistas e funcionários do "SBT Brasil" constrangidos. O clima na redação do telejornal é de “indignação”, segundo a Folha de S.Paulo.

Na semana passada, Sheherazade minimizou a importância das afirmações tidas como homofóbicas e racistas de Feliciano, embora ele seja o presidente da Comissão de Direitos Humanos da Câmara, dizendo tratar-se apenas de “opinião pessoal”.

A Folha informou que os funcionários do telejornal estariam elaborando um abaixo assinado intitulado “Rachel não nos representa” para ser encaminhado à direção da emissora.

Marcelo Parada, diretor de jornalismo do SBT, afirmou não saber nada sobre o abaixo assinado e acrescentou que os âncoras têm liberdade para manifestar sua opinião.

Apesar da rejeição de seus colegas, Sheherazade se sente segura no cargo porque ela conta com a proteção do dono da emissora, Sílvio Santos. 

Os comentários da jornalista costumam ser pontuados pelo conservadorismo moral. É contra o Carnaval, por exemplo. Para Sheherazade, que é evangélica, por exemplo, os defensores do Estado laico são “intolerantes porque, entre outras coisas, querem tirar do real a frase 'Deus seja louvado'”.

Fonte: Paulospes 

Gostou da Postagem?

0 comentários:

Postar um comentário