quarta-feira, 9 de janeiro de 2013

GOVERNO ANUNCIA QUE VAI RACIONAR ÁGUA NO ALTO OESTE


O racionamento de água nos municípios do Alto Oeste do RN deve ser uma das medidas adotadas pelo Governo do Estado nas próximas semanas. Esta possibilidade foi confirmada pelo secretário Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (SEMARH), Gilberto Jales, acrescentando que é provável que este trabalho comece por Alexandria e São Miguel.

Nesta quarta-feira, dia 9, Gilberto Jales vai se reunir com os diretores da Companhia de Águas e Esgotos do RN (CAERN) e do Instituto de Gestão de Águas (IGARN) para discutir o assunto. O secretário propõe uso consciente da água, evitando desperdício.

O Alto Oeste potiguar é uma das regiões que se encontram em situação crítica no que diz respeito ao volume dos reservatórios, sendo que alguns se encontram com capacidade bem inferior ao normal. É o caso do açude de Lucrécia, que abastece as cidades de Lucrécia, Martins e Antônio Martins (15 mil hab.). Este reservatório está com apenas 16% de seu volume total que é de 24 milhões de metros cúbicos de água.

Já na região da tromba do elefante, a preocupação é com a Barragem de Pau dos Ferros, que está com apenas 21,50% de sua capacidade total que é de 54 milhões de metros cúbicos de água. Os moradores do município (27,5 mil habitantes) já estão reclamando que a água apresenta odor desagradável. Além de Pau dos Ferros, esta barragem também abastece as cidades São Francisco do Oeste e Rafael Fernandes (9 mil hab.).

Reclamações também são constantes nos municípios de Pilões e Serrinha dos Pintos. As duas ficaram sem água há duas semanas. A situação mais crítica é Luis Gomes, que está sem água há 452 dias. O açude que abastece esta cidade secou em 2011 e a população de 10,5 mil habitantes está sendo abastecida através de carro pipa desde então.

Conforme Gilberto Jales, o racionamento de água deve ser iniciado nos municípios de Alexandria e São Miguel, com a suspensão do fornecimento de água em alguns dias da semana. O secretário afirma que não é uma situação ideal, mas necessária. Maiores detalhes do racionamento deverão ser discutidos em reunião nesta quarta-feira, 09.

Ao Defato.com, Gilberto Jales destacou que, em se tratando do Oeste do RN, aguarda a conclusão das duas etapas do Sistema Adutor do Alto Oeste para amenizar a situação. A primeira etapa desta adutora é abastecida pela Barragem de Santa Cruz, que está com 58% de sua capacidade total de 600 milhões de metros cúbicos, e a segunda etapa será alimentada com água da barragem de Pau dos Ferros, que está quase seca.

Na reunião que será realizada nesta quarta-feira (9) na SEMARH serão discutidas também estratégias de trabalho para abastecer as regiões Seridó e Central.

Gostou da Postagem?

0 comentários:

Postar um comentário