domingo, 14 de outubro de 2012

EFEITO ROSALBA…


Por José Regis de Souza

A imprensa da capital dá conta que a governadora Rosalba Ciarline assumirá uma postura de neutralidade no segundo turno onde se degladiarão dois candidatos que fazem parte da base de sustentação política do governo Dilma.

Mas, quem quer o apoio de Rosalba? É o mesmo que querer o apoio da borboleta que voltou para o casulo sem asas.

A única vitória da governadora nesse pleito se deu na sua terra natal, Mossoró, por fatores ainda não explicados, onde a maquina estadual e municipal estavam azietadas, e por números jamais vistos na história da capital oestana, onde a governadora sempre pousou de rainha.

A menos de 722 dias para o término do deu mandato, a governadora não disse ainda a que veio.

O palanque escolhido nas eleições municipais deste ano, onde a governadora esteve presente, foi escolhida a dedo pelo seu mentor e governador de fato, afim de agraciar os “eleitos”, tais como, Ivan Júnior, em Assú, que não dependeu de absolutamente nada para consagrar a sua liderança no vale do Açu, e demais lideranças com apoio popular definido.

Enfim… Ao que parece, o efeito Rosa, está sendo o mesmo efeito borboleta.

Gostou da Postagem?

0 comentários:

Postar um comentário