terça-feira, 2 de outubro de 2012

Dois caixas eletrônicos do Banco do Brasil foram arrombados durante a madrugada em Mossoró


Dois caixas eletrônicos do Banco do Brasil, instalados dentro da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte, em Mossoró, foram arrombados durante a madrugada de segunda feira 01 de Outubro de 2012. Três indivíduos armados renderam cerca de sete os seguranças da Universidade e praticaram o arrombamento.

Os três meliantes chegaram ao local se passando por estudantes, que aproveitam os finais de semana para reforçarem seus estudos. Eles renderam o segurança no momento que o ultimo grupo de alunos deixava a Universidade. Os assaltantes chegaram a pé, mas recebiam apoio de um quarto envolvido que estava de carro. 

De acordo com o responsável pela segurança da UERN, os assaltantes renderam um dos seguranças por volta de 23 horas e 30 minutos de domingo, quando o mesmo fechava os portões da Instituição. Armados, eles saíram rendendo os demais seguranças espalhados por todos os departamentos. Os mesmos foram algemados, amordaçados e trancados dentro de uma sala de aula. Um dos seguranças disse que foi agredido, durante a ação criminosa. 

Utilizando maçaricos os elementos arrombaram os dois caixas e fizeram uma verdadeira limpeza. Eles levaram todo dinheiro existente nas bandejas. O responsável pela segurança da Universidade não soube informar o dia do ultimo abastecimento feito pela empresa que abastece os caixas e nem a importância levada. 

Os seguranças só conseguiram se libertar e acionar a Central de Operações da Policia Militar por volta de 2 horas da manhã. Eles quebraram os vidros de uma das janelas para sair do cativeiro e perceberam que o veiculo tipo Fiat Uno de cor branca, utilizado pela segurança da Universidade tinha sido levado pelo bando. 

O perito Renildo Marcelino, do Instituto Técnico e Cientifico de Policia, Itep de Mossoró, realizou a pericia no local durante a madrugada. Ele acredita que todo processo de violação dos caixas tenha levado cerca de 1 hora e 30 minutos. Renildo acredita que a ação foi toda bem planejada e realizada por profissionais. Os equipamentos utilizados para violar os caixas foram deixados no local. 

O Bacharel, Teixeira Junior, delegado de plantão esteve no local acompanhando os procedimentos e colhendo as primeiras informações. As investigações serão realizadas pelo Titular da Delegacia Especializada em Furtos e Roubos. 

Gostou da Postagem?

0 comentários:

Postar um comentário