terça-feira, 31 de agosto de 2010

IFRN em Campo Grande

Por Caramurú Paiva
Na tarde de ontem, estive em Natal acompanhando o prefeito Bibi de Nenca e o Controlador Geral do Município, Luiz Gonzaga de Azevedo Júnior, numa agenda onde tratava da luta pela instalação de uma unidade do IFRN em Campo Grande. A agenda contou de dois momentos. O primeiro foi com Belchior de Oliveira Rocha, articulado por Bibi. No segundo momento, intermediei o entendimento com Fátima Bezerra.

Na conversa de Belchior foi informada a existência de estudos para uma nova ampliação dos institutos técnicos no RN. Segundo o mesmo a tendência é que sejam construídas 06 ou 07 novas unidades de ensino nas cidades nucleadoras. O reitor ainda falou que em conversas anteriores com a Deputada Fátima Bezerra havia sido cogitada a possibilidade de instalação em Campo Grande, tendo em vista a sua proximidade com janduís, Triunfo, Paraú e Messias Targino.

Em seguida, mantivemos contato com a própria deputada Fátima Bezerra que na começou a conversa recomendando cautela no assunto. "Não podemos tratar com proselitismo este assunto. Tem um estudo solicitado por mim que pretende alterar aquele critério inicial de instalação em cidades de 50 mil habitantes", adiantou.

Fátima Bezerra relembrou de conversas anteriores que tivemos sobre a vinda de ensino superior ou técnico para Campo Grande e disse que participou do grupo que compôs o Programa de Governo da candidata Dilma Roussef no que tange ao tema das escolas profissionalizantes. Falou ainda que o argumento da demanda entre o conjunto de municípios que nucleiam Campo Grande é importante e que estará junto nesta luta.

Ao final, definimos, o prefeito Bibi e eu, uma estratégia de continuar nestes passos iniciais para busca de uma unidade de ensino técnico para Campo Grande: a) Elaboração de um documento com as razões que justificam a implantação da escola profissionalizante; b) Apresentação do documento no Comitê Territorial do Projeto Dom Heldér Câmara no Sertão do Apodi e na Rede Nacional dos Colegiados Territoriais dos Territórios da Cidadania, onde a prefeitura municipal tem voz e voto; e c) Marcação de audiência com o Ministro da Educação junto com os apoios Fátima e Henrique Alves.

A nossa atuação para ver a realidade de implantação de um IFRN em Campo Grande foi demandada pelo Heráclito Patrício do CG News e reforçada por Luiz Gonzaga Júnior, da PMCG. Por outro lado, o tema da educação tem sido prioridade no nosso mandato de vice prefeito e na gestão como um todo do prefeito Bibi. Assim, continuaremos dando prosseguimento a esta luta, com a devida responsabilidade para não criar falsas expectativas. Queremos a unidade de ensino, mas a busca será feita sem falsas promessas.

Fonte: CG News

Gostou da Postagem?

0 comentários:

Postar um comentário