sexta-feira, 12 de setembro de 2014

Ibope mostra Dilma com 39%, Marina com 31% e Aécio com 15%

Pesquisa Ibope de intenção de voto para presidente da República divulgada nesta sexta-feira (12) mostra Dilma Rousseff (PT), candidata à reeleição, com 39% das intenções de voto e Marina Silva (PSB) com 31%. Aécio Neves (PSDB) aparece com 15%. Os demais candidatos somados acumulam 2%. Brancos e nulos somam 8% e indecisos, 5%.

De acordo com o levantamento, encomendado pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), em um eventual segundo turno entre Dilma Rousseff e Marina Silva, a ex-senadora teria 43% e a atual presidente, 42%. No segundo turno, brancos e nulos são 10% e indecisos, 5%.

A pesquisa Ibope divulgada nesta sexta-feira foi realizada entre os últimos dias 5 e 8, antes portanto da pesquisa Datafolha (**) divulgada na última quarta-feira (10) e realizada entre os dias 8 e 9. O levantamento do Ibope foi divulgado somente nesta sexta por opção do contratante, a CNI. A pesquisa Datafolha divulgada na quarta mostrou Dilma com 36%, Marina com 33% e Aécio com 15%.

Na pesquisa anterior do Ibope, do último dia 3, Dilma tinha 37%, Marina, 33%, e Aécio, 15%. O percentual de indecisos era de 5% no último levantamento e o dos que disseram que votarão nulo ou em branco era de 7%.

Confira abaixo os percentuais de cada candidato na modalidade estimulada da pesquisa (em que o entrevistador apresenta ao entrevistado um cartão com os nomes de todos os candidatos):
  • Dilma Rousseff (PT): 39%
  • Marina Silva (PSB): 31%
  • Aécio Neves (PSDB): 15%
  • Pastor Everaldo (PSC): 1%
  • Zé Maria (PSTU): 0% *
  • Luciana Genro (PSOL): 0%*
  • Eduardo Jorge (PV): 0%*
  • Rui Costa Pimenta (PCO): 0%*
  • Eymael (PSDC): 0%*
  • Levy Fidelix (PRTB): 0%*
  • Mauro Iasi (PCB): 0%*
  • Branco/nulo: 8%
  • Não sabe/não respondeu: 5%


* Cada um dos sete indicados com 0% não atingiu 1% das intenções de voto; somados, eles têm 1%
O Ibope ouviu 2.002 eleitores em 144 municípios entre as últimas sexta (5) e segunda-feira (8). A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos. O nível de confiança é de 95%, o que quer dizer que, se levarmos em conta a margem de erro de dois pontos para mais ou para menos, a probabilidade de o resultado retratar a realidade é de 95%. Pesquisa foi registrada no Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE-SP) sob o protocolo BR-00593/2014.

Espontânea

Na modalidade espontânea da pesquisa (em que o pesquisador somente pergunta ao eleitor em quem ele pretende votar, sem apresentar a relação de candidatos), o resultado foi o seguinte:
  • - Dilma Rousseff (PT): 35%
  • - Marina Silva (PSB): 23%
  • - Aécio Neves (PSDB): 12%
  • - Outros: 1%
  • - Branco/nulo: 11%
  • - Não sabe/não respondeu: 19%


Segundo turno

O Ibope simulou os seguintes cenários de segundo turno:
  • Marina Silva: 43%
  • Dilma Rousseff: 42%
  • Branco/nulo: 10%
  • Não sabe/não respondeu: 5%


  •  Dilma Rousseff: 48%
  • Aécio Neves: 33%
  • Branco/nulo: 13%
  • Não sabe/não respondeu: 6%


  • Marina Silva: 51%
  • Aécio Neves: 27%
  • Brancos e nulos: 14%
  • Não sabe/não respondeu: 8%


Rejeição

De acordo com a pesquisa, Dilma Rousseff tem a maior taxa de rejeição (percentual dos que disseram que não votam em um candidato de jeito nenhum). Nesse quesito, o entrevistado pode indicar mais de um candidato. A CNI divulgou somente as taxas de rejeição de Dilma,  Aécio e Marina. Veja a seguir:

  • Dilma Roussef: 42%
  • Aécio Neves: 35%
  • Marina Silva: 26%


O Ibope informou que foi feito um acordo com a CNI para avaliar o índice de rejeição apenas dos três candidatos com maior intenção de voto. O Ibope informou ainda que não é possível comparar o índice com outras pesquisas anteriores porque a formulação das perguntas foi diferente neste levantamento.

Nas pesquisas anteriores, uma lista com os onze candidatos foi apresentada aos entrevistados com apenas uma pergunta: "em qual destes candidatos você não votaria de jeito nenhum?"
Na pesquisa divulgada nesta sexta, a avaliação foi feita candidato por candidato e foram dadas cinco opções de resposta para os eleitores: "votaria com certeza"; "poderia votar"; "não votaria de jeito nenhum"; "não conhece o suficiente para votar"; "não sabe ou não respondeu".

Avaliação do governo

A pesquisa mostra que a administração da presidente Dilma tem a aprovação de 38% dos eleitores entrevistados – no levantamento anterior, divulgado no último dia 3, o índice era de 36%. O percentual de aprovação reúne os entrevistados que avaliaram o governo como "ótimo" ou "bom".
Segundo o levantamento, o índice de desaprovação (entrevistados que consideraram o governo "ruim" ou "péssimo") é de 28% (26% no levantamento anterior). Consideram o governo "regular" 33% (na pesquisa anterior, 37%).

O resultado da pesquisa de avaliação do governo Dilma foi o seguinte:

  • Ótimo/bom: 38%
  • Regular: 33%
  • Ruim/péssimo: 28%
  • Não sabe/não respondeu: 1%.


(**) O Datafolha ouviu 10.568 eleitores em 373 municípios nos dias 8 e 9 de setembro. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos. O nível de confiança é de 95%. Isso significa que, se forem realizados 100 levantamentos, em 95 deles os resultados estariam dentro da margem de erro de dois pontos prevista. A pesquisa está registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número BR-00584/2014.

Fonte: G1

Gostou da Postagem?

0 comentários:

Postar um comentário