quarta-feira, 25 de abril de 2012

[Janduís] TV Cabugi vai mostrar as dificuldades enfrentadas pelo hospital de Janduís com a paralisação do convênio firmado com o Estado

Buscando dar continuidade às obras que estavam sendo realizadas no Hospital Maternidade Maria Cristina Maia, o município de Janduís deu entrada em ação civil pública cobrando a continuidade do convênio firmado com o Governo do Estado, em 2010 e paralisado desde janeiro de 2011.

O Estado deveria repassar R$ 250 mil que seriam investidos na ampliação e reforma do hospital público de Janduís. Apenas R$ 125 mil foram repassados ao município de Janduís, que entrava com uma contrapartida financeira de R$ 12,5 mil, totalizando investimentos da ordem de R$ 262,5 mil.

Segundo o secretário de Planejamento, as prestações de contas foram feitas e o Município apenas aguardava a liberação do restante do convênio.

Apesar das várias tentativas feitas pelo prefeito Salomão Gurgel, entrando em contato com o Secretário Estadual de Saúde e com a própria governadora do Rio Grande do Norte, o Estado não se sensibilizou com a problemática enfrentada pelo município oestano.

A notícia foi manchete em dois jornais de grande circulação no Rio Grande do Norte. Ontem, foi a vez da Inter TV Cabugi visitar o município de Janduís. A repórter Sara Cardoso conversou com a secretária de Saúde Cristina Régis, com o secretário de Planejamento Karlmarx Gomes Bezerra e também com o diretor do hospital, Gleidson.

A matéria que deverá ser veiculada nos próximos dias vai mostrar as dificuldades enfrentadas pelo Hospital Maternidade Maria Cristina Maia com a paralisação do convênio.

Gostou da Postagem?

0 comentários:

Postar um comentário