quinta-feira, 19 de maio de 2011

Governo mantém discurso de dificuldade econômica e frustra professores da Uern

Com informações de Regy Carti

A representação dos professores da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (Uern) saiu frustrada da audiência com o secretário estadual de Planejamento, Obery Rodrigues, sobre reajuste salarial.

O encontro ocorre nesta quinta-feira (19) em Natal.

Segundo o presidente da Associação dos Docentes da Uern (Aduern), professor Flaubert Torquato, a categoria esperava mais do Governo do Estado sobre a pauta de reivindicação encaminhada há cerca de 45 dias.

Um dos principais pleitos diz respeito ao reajuste salarial e descontigenciamento do orçamento da universidade, que atravessa crise financeira.

Saímos da audiência frustrados, porque o governo pediu um tempo para avaliar nossas reivindicações e, após mais de mês, o que apresenta é o discurso surrado de que está em dificuldade financeira e não pode dar nada de reajuste”, avalia o professor.

Amanhã, às 9h, a Aduern realiza a assembleia, na sede da entidade, para repassar o resultado da audiência aos professores e definir os próximos passos da mobilização.

A intenção, segundo Flaubert, é insistir no diálogo com o governo. Se não houver avanço, a greve parece ser a única alternativa para pressionar o governo a ceder.

Fonte: O Mossoroense 

Gostou da Postagem?

0 comentários:

Postar um comentário