terça-feira, 22 de janeiro de 2013

Nordeste é vice-líder no uso de redes sociais


O Nordeste está na vice-liderança no uso de redes sociais no Brasil. É o que aponta um estudo realizado em todo o País pela agência de inteligência de mercado Hello Research. De acordo com a pesquisa, 20% dos usuários destes sites estão na região. Em primeiro lugar, figuram os estados do Sudeste, com 55% do total de internautas conectados nestes canais online. O terceiro lugar é ocupado pela região Sul (12% deste universo), seguida pelo Norte (7%) e Centro-Oeste (6%).

Além de mapear o a adesão a redes sociais, o levantamento também investigou qual o uso que o brasileiro faz delas, quais temas que ele mais publica, comenta e rejeita e como ele se relaciona com amigos e marcas. A partir das informações levantadas na pesquisa, a agência identificou quatro tipos de comportamento de navegação em redes sociais reunindo características comuns a determinados grupos de internautas. O resultado você confere nos quadros desta página e na página ao lado.

Surpresa

Um dos dados mais surpreendentes da pesquisa foi a “sobrevida” que o Orkut e o MSN ainda desfrutam no Brasil. Segundo o estudo, 61% dos nordestinos entrevistados afirmaram ter acessado o MSN nos últimos 90 dias, e 60% o Orkut. No Sudeste, estes números foram respectivamente 64% e 52%; no Sul, 84% e 66%; no Norte, 78% e 61%, e no Centro-Oeste, 55% e 36%. Apesar desta surpresa, o Facebook foi apontado como o canal de uso preferencial em todas as regiões do País, atingindo o índice de 100% de citação de internautas.

Esses números do Orkut e do MSN se devem à febre das redes sociais nas classes D e E”, explica o Diretor de Planejamento da Hello Research, Guilherme Cavalcante, em entrevista ao O POVO, por telefone. “As classes A, B e até mesmo a C têm mais acesso a gadgets que permitem conexão instantânea com o Facebook, tanto através de smartphones quanto de tablets. O que a gente percebe é que estes usuários de Orkut acessam as redes sociais para usar como chat, troca de mensagens instantâneas. A tendência é que haja uma migração para o Facebook”.

Por falar em Facebook, 31% dos nordestinos disseram acessar a rede social de Mark Zuckereberg uma vez por dia. E 71% o fazem com o objetivo de “acompanhar o que acontece no dia a dia dos amigos/família”.

ENTENDA A NOTÍCIA

Para fazer a pesquisa, a agência Hello Research realizou 1,3 mil entrevistas pessoais domiciliares em 70 cidades espalhadas pelas cinco regiões do País, inclusive em Fortaleza. Os entrevistados foram perguntados sobre em quais redes sociais tinham cadastro, com qual frequência as acessavam e para o quê:
  • 21% dos usuários de redes sociais no Brasil acessam o Facebook o dia todo 
  • 19% dos nordestinos, ao se deparar com um conteúdo que os desagrada, deletam o perfil da pessoa que  o postou
  • 40% dos internautas brasileiros já deletaram algum amigo do Facebook
  • 15% dos brasileiros acessam o Facebook para pesquisar produtos e serviços
  • 63% dos internautas brasileiros das classes D/E acessaram sua conta no Orkut nos últimos 90 dias
  • 43% dos brasileiros comenta conteúdos postados no Facebook que os agrada; 64% curtem e 6% não interagem
  • 43% dos nordestinos não gostam de posts no Facebook sobre sexo. É o maior índice de rejeição do Brasil
  • 52% dos nortistas gostam de posts sobre sexo no Facebook. O maior índice do País. A região também tem o menor índice de rejeição ao assunto: 13%


Fonte: O Povo

Gostou da Postagem?

0 comentários:

Postar um comentário