sábado, 15 de dezembro de 2012

Seminário Municipal de Agrocologia e Convivência com o Semiárido foi realizado com sucesso


Foi realizado no sábado(8) na Câmara de vereadores de Messias Targino, o Seminário Municipal de Agroecologia e Convivência com o semiárido que reuniu mais de 50 participantes do município de Messias Targino, Janduís e Patu. As organizações que promoveram o evento avaliaram que foi um sucesso pela participação e o bom nível de discussões a cerca das questões ligadas a agroecologia e convivência com o semiárido.

Durante a abertura do evento fizeram uso da palavra o presidente do Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras na Agricultura Familiar (Sintraf) de Messias Targino, Pôla Pinto, Fabrício Edino Jales e Carlos George do Seapac, Maria Darineide (PDA Carnaúba), Katiúscia Pinto Fórum da Agricultura Familiar, Paulo Rodrigues Dantas (Secretário Municipal de Agricultura) e Expedito Alves do Centro Juazeiro. Todos destacaram a importância do evento para os agricultores familiares a para região que sofre com os graves efeitos da estiagem.

O engenheiro agrônomo Fabrico Edino Jales do Seapac fez uma apresentação apontando a estratégia de convivência com o semiárido com foco no cultivo de palma forrageira.

Já o agricultor familiar Torquato Teixeira Neto da comunidade Logradorzinho, mostrou sua experiência do cultivo de palma adensada que foi implantada em sua propriedade como também os resultados da produção.

Os participantes do Seminário Municipal de Agroecologia e Convivência com o semiárido tiveram oportunidade de conhecer experiência do cultivo de palma adensada na comunidade Logradorzinho onde conheceram também todo processo que envolve o plantio.

Já na parte da tarde a discussão foi voltada para a temática da organização das mulheres do município. Uma das definições foi a participação de uma representação de mulheres de Messias Targino na Marcha Mundial das Mulheres realizará amanhã, das 8h às 13h, a atividade "24 horas de Ação Feminista", em Apodi, um ato de solidariedade às famílias camponesas do município que reclamam da fórmula adotada pelo Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (Dnocs), para a execução do projeto de irrigação destinado a região.

O Seminário Municipal de Agroecologia e Convivência com o semiárido foi promovido pelo conjunto das organizações que apoiam a Agricultura Familiar do Município, Visão Mundial através dos PDAs Carnaúba e Novo Sertão, Centro Juazeiro, Seapac, Sintraf, Emater local ,Fórum da Agricultura Familiar e Prefeitura através da Secretária Municipal de Agricultura.

Fonte:Site do Pôla Pinto via Blog Centro Juazeiro 

Gostou da Postagem?

0 comentários:

Postar um comentário