sábado, 9 de junho de 2012

Entenda porque Rosalba não quer o fim da greve da UERN


Você pode não saber, mas o pessoal da area econômica do governo Rosalba estão vibrando com a greve da UERN (Universidade Estadual do Rio Grande do Norte), tudo porque o estado vem economizando e fazendo caixa com a paralisação da Universidade.

O blog Primosat pesquisando as declarações da governadora Rosalba encontrou uma afirmação interessante: “A UERN custa R$1 milhão por dia para o estado”. Claro que esse não é o valor economizado diariamente, mas, se verificarmos os recursos para custeio a governadora poderá  juntar uma boa grana para reforçar a verba de R$25 milhões para propagandas que foram divididas entre agências de publicidades de propriedade de reconhecidos marketeiros políticos.

Os técnicos do governo Rosalba defendem o desmonte da UERN por entender que não é atribuição do estado do Rio Grande do Norte patrocinar ensino superior, eles defendem a tese que as Universidades públicas devem ser mantidas pelo governo federal.

Um técnico rosalbista disse ao Primosat: “16% dos alunos da UERN são provenientes de outros estados, não é justo que o RN financie uma Universidade para alunos da Paraíba e do Ceará”.

A luta dos professores da UERN por melhores condições salariais não sensibiliza o governo, os professores têm que lutar para salvar a Universidade.

Fonte: Blog Primosat via Blog do Enock Douglas 

Gostou da Postagem?

0 comentários:

Postar um comentário