sexta-feira, 29 de junho de 2012

Professores da UERN decidem acabar greve e aulam retornam segunda-feira


Os professores da UERN, em greve há 56 dias, decidiram agora pela manhã, em assembleia,  aceitar a proposta do governo e retomar as aulas nesta segunda-feira, dia 2 de julho.

O governo do estado formalizou a proposta apresentada ontem, 28, de pagar em três parcelas o reajuste de 27% prometido no ano passado. Para 2012, em vez de aumento de 10,65%, o acrescimento salarial seria de 8%, dividido em duas vezes: 3% para julho e 5,5% para setembro.

Em contrapartida, os aumentos a serem concedidos nos anos seguintes terão um acréscimo. Desse modo, segundo o secretário Álber Nóbrega, os próximos reajustes serão de 9% para 2013 e 10% para 2014.

O governo também se comprometeu, caso a proposta fosse aceita, a encaminhar o projeto de lei que trata do aumento para a Assembleia Legislativa, sem condicionar os reajustes à Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF).

Para o presidente da Aduern, professor Flaubert Torquato, “o fato do reajuste não estar mais condicionado à LRF é um grande avanço para a categoria”.

Gostou da Postagem?

0 comentários:

Postar um comentário